cabelo Alopecia Foliculite Decalvante ou Foliculite Decalvante (DF)

Foliculite Decalvante ou Foliculite Decalvante (DF)

Foliculite Decalvante ou foliculite decalvante é uma forma de Alopecia (queda de cabelo) envolvendo cicatrizes. É caracterizada por vermelhidão e inchaço e pústulas ao redor do folículo piloso (foliculite), levando à destruição do folículo e consequente queda permanente do cabelo. A foliculite decalvante é uma das causas da alopecia cicatricial (calvície com cicatrizes) e às vezes é chamada de foliculite em tufos.

A foliculite decalvante afeta homens e mulheres e pode começar primeiro na adolescência ou em qualquer momento da vida adulta. A causa exata é desconhecida. Na maioria dos casos, Staphylococcus aureus pode ser isolado das pústulas, mas o papel da bactéria não é claro.

quais são os sinais e sintomas?

Qualquer região peluda pode estar envolvida. Geralmente é limitado ao couro cabeludo, mas pode afetar outras áreas, como barba, pêlos axilares e pubianos, pernas, coxas e braços. Geralmente há manchas redondas ou ovais de perda de cabelo com pústulas ao redor dos folículos capilares (pústulas periféricas). Caracteristicamente, vários ou muitos cabelos podem ser vistos emergindo de um único folículo, fazendo o couro cabeludo parecer "adornado" como uma escova de dentes. Finalmente, os cabelos se soltam quando o folículo é completamente destruído e deixa uma cicatriz.

Geralmente não há sintomas, mas às vezes a área afetada pode coçar. A doença pode ser limitada a algumas pequenas manchas ou pode progredir ao longo do tempo, causando extensa queda de cabelo.

Como é diagnosticada a foliculite descalvada?

Como outros tipos de queda de cabelo, A DF é diagnosticada e tratada por um tricologista ou dermatologista. Este tipo de médico é especialista em doenças dos cabelos e da pele. Dependendo do seu seguro, você pode precisar de um encaminhamento do seu médico se você nunca viu um dermatologista para essa condição antes. Seu médico fará um exame físico dos pontos em questão e fará essa determinação.

Depois de consultar um tricologista, ele examinará seus cabelos e sua pele mais de perto. Você examinará a pele e notará qualquer erupção cutânea ou cicatriz. Além disso, ele examinará as áreas das pústulas e a queda de cabelo. Todos esses sintomas combinados podem levar ao diagnóstico de DF.

Ainda assim, é importante que seu especialista exclua outras causas de perda de cabelo, como:

  • Condições hormonais relacionadas à gravidez, menopausa e níveis elevados de androgênio
  • Uma doença aguda recente, como gripe ou infecção
  • Tireóide inativa (hipotireoidismo)
  • Exposição à radiação
  • Tratamentos para câncer
  • Certos medicamentos, como pílulas anticoncepcionais, esteróides anabolizantes e anticoagulantes
  • Micose
  • Estresse crônico
  • Estresse de um evento traumático recente
  • Desnutrição (especialmente deficiências de ferro e proteína)
  • Sobredosagem de vitamina A
  • A perda de peso
  • Transtornos alimentares
  • Cuidados com os cabelos
  • Penteados apertados

Uma vez descartadas as causas de perda de cabelo com base no seu histórico médico, seu especialista poderá recomendar uma biópsia. Este procedimento envolve a coleta de uma pequena amostra do couro cabeludo ou da pele. Um exame de sangue também pode ser solicitado para ajudar a descartar outros problemas subjacentes, como a doença da tireóide.

Diagnosticar a foliculite Decalvans pode levar tempo. Em última análise, o diagnóstico é baseado em uma combinação do seguinte:

  • Revisão da história médica
  • Questionário
  • Exame físico
  • Possível biópsia
  • Análise de sangue

Qual é o tratamento da foliculite decalvana?

Não há cura permanente para a doença, mas pode ser controlada até certo ponto através do uso de medicamentos.

Antibióticos orais, como minociclina, tetraciclina, rifampicina, clindamicina, ácido fusídico, ciprofloxacina e dicloxacilina, foram testados com resultados variados de paciente para paciente.

Em algumas formas graves, pode ser necessário adicionar um corticosteróide oral.

A isotretinoína oral pode causar remissões a longo prazo em alguns pacientes.

Foi relatado que a terapia fotodinâmica com metil aminolevulinato leva à melhora clínica.

Qual é o prognóstico para a descalvificação da foliculite?

Pessoas com DF apresentam risco de cicatrizes e perda permanente de cabelo nas áreas afetadas do corpo. Às vezes, isso é condensado em manchas de pele. Em casos mais graves, pode ocorrer calvície e cicatrizes em geral.

Como não há cura para a DF, é importante procurar tratamento precoce para evitar que a doença progrida.

O que nossos pacientes pensam de nós?

Dr. Enrique Orozco
Dr. Enrique Orozcohttps://dreoclinic.com/
Diretor Geral, Especialista em Tricologia e Transplante Capilar, certificado pela ABHRS. Somente certificado ABHRS com residência no México.

INSCREVA-SE NO NOSSO BLOG

Receba as nossas últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

36,535fãsEu gosto
32,928SeguidoresSeguir
4,343SeguidoresSeguir
6,550Inscritossubscrever
Dr. Enrique Orozco
Diretor Geral, Especialista em Tricologia e Transplante Capilar, certificado pela ABHRS. Somente certificado ABHRS com residência no México.

CATEGORIAS

ETIQUETAS

MAIS LIDOS

contra-indicações de enxerto de cabelo

Contra-indicações de enxerto de cabelo: doenças incompatíveis

0
Existem doenças que são incompatíveis com o transplante de cabelo? Contra-indicações de enxerto de cabelo. Existe alguma doença incompatível com ...